Sinto culpa, serei culpado?

09:53

Olhaste-me de lado, senti-me ofendido.
Será que viste o meu defeito?
Como não sei, virei-me a ti.
Não quero que me humilhes na minha humilhação.
Não aceito que estejas melhor que eu, mesmo não te conhecendo.
Senti o medo nos teus olhos e o horror na minha reacção.
Vi o sangue a escorrer na tua boca,
Observei as tuas dores e os gemidos.
Sorri como se gostasse daquele cenário.
Estava radiante com a vitória.
Mas passou rápido.
Mais um processo em tribunal.
Mais um juiz, quem sabe mais uma pena.
Porque não controlo o meu corpo? 
Porque não sou capaz de parar?
Mesmo que fosse acho que não o faria.
Já sofri muito também, estive nessa pele.
Agora estou na outra, mas estou pior.
Farto dos erros que me fazem errar, sempre.
Preciso de voltar a ter sentimentos verdadeiros.
Esta culpa é porque bati ou porque me apanharam?
A vergonha supera ao meu erro?
Apenas sei que não tenho solução.
Nem quero, senão seria frágil e eu sou forte.
No fundo sou fraco nestes músculos embrutecidos dos desgostos.

Bansky
"Ganha controlo sobre o que de mau há em ti e deixarão de te ver como tal" (Samuel Belo)

You Might Also Like

0 comentários

Google+ Followers

Design



Design criado em colaboração com a página Esboç'Arte.

Subscribe